Mensagens

A mostrar mensagens de Junho 26, 2011

Delírios de Amor - XX

Imagem
Quando acordei já era um pouco tarde. Eram duas horas da tarde, e o Pedro continuava no sono. Levantei-me sem o acordar e fui à casa de banho arranjar-me. Continuei de pijama, e fui tratar do "pequeno-almoço".
O Pedro acordou, mas como de costume, não totalmente.  Pedro: Iara, amor ?  Iara: Estou na cozinha !  Pedro: Já vou aí ter contigo.  Iara: Esta bem.   Ele estava de boxers, mas vestiu uma t-shirt branca. Deu-me um beijo no rosto de bom dia, retribui.

Pedro: Huuum, cheira tão bem !
Iara: Pois, agora vamos ver se cheira tão bem quanto sabe !
Pedro: Ah pois, ahah !
  Por espanto meu, tudo o que preparara (café, sumo natural e torradas) estava bom, ahah.
Logo de seguida levantei e arrumei a cozinha, com a ajuda do Pedro óbvio e depois fui lavar os dentes.
Iara: Pedro !
Pedro: Diz .
Iara: Tenho de ir ao hospital ver do meu irmão .
Pedro: Claro, eu levo-te lá .
Iara: Obrigada .
 Sorri-lhe e fui directa ao roupeiro dele ver o que ainda tinha lá de jeito para vestir. Tinha como opção um v…

Delírios de Amor - XIX

Imagem
Diogo: Olha, diz à mãe para quando sair daqui vou ter que ir a Espanha.
Iara: Diogo do céu, estás parvo ?
Diogo: Eu não, estamos de férias e não vejo o mal de querer ir ter com a Raquel a Espanha.
Iara: Essa miúda afectou-te mesmo os miolos.
Diogo: Amor sis, amor !
Iara: Olha, tens de cortar o cabelo. Tá muito grande.
Diogo: 'Tou a pensar em rapar, mas ficar com aquele estilo percebes ? Ou então, corto assim do tipo para ficar crista.
Iara: Pois, mudas sempre quando cortas o cabelo. Nem vou comentar os teus primeiros cortes, lindos de morrer ahahah. - Ele tinha o cabelo há tigela.
Diogo: Também não podes falar muito maninha. - E fez um sorriso malicioso. - Sabes onde está o meu telefone ?
Iara: Não está numa das gavetas dessas mesas de cabeceira ?
Diogo: Vê aí para mim.
Iara: Está aqui.
Diogo: Tenho umas 40 mensagens, devem achar que vou ler tudo.
Iara: Não eras um puto cheio de estilo e bué social ? Então, agora aguenta-te.
Diogo: Algumas são da Raquel, vou lê-las primeiro.
 Nem comentei, o m…

Angélico Vieira ♥

Imagem
Sandro Milton Vieira Angélico, vais ficar sempre na nossa memória !  
   Marcaste desde que entraste nos morangos, desde que fizeste parte dos D'ZRT, desde que fizeste parte de grandes novelas e vais ficar marcado para sempre nos nossos corações. Falo por mim, serás sempre relembrado. Todas as tuas músicas são lindas e impossíveis de esquecer.     Dou os meus sentimentos à tua família, amigos, e namorada ! Descansa em paz, e por mim nunca serás esquecido ♥  

Delírios de Amor - XVIII

Imagem
Pedro: CASA COMIGO IARA !
Iara: Pedro, estás doido ?!  Pedro: Por ti, totalmente ! Vá, casa-te comigo !    Começou toda a gente a olhar para nós com ar de "vá não sejas má, aceita logo", e pronto. Iara: Não delires okay? Sim eu aceito !  Pedro: É pena não ter aqui um anel, mas dou-te uma coisa melhor. Iara: O quê ?   E beijou-me apaixonadamente.   Claro que não aceitei assim do tipo a sério. Ainda só tenho 18 anos, ele tem 19 e ambos sabemos que casar agora seria muito arriscado, e uma irresponsabilidade.  Continuamos um pouco no jardim e fomos para casa dele preparar o almoço. Fizemos lasanha, e como eu amo lasanha tirei quase metade para comer.  Pedro: Tu queres mesmo fama.  Iara: Fama ?  Pedro: Sim sim, entrar no Peso Pesado dá fama sabias ?  Iara: Ah ah ah , que piadaa.  Pedro: Ahahah.   Ligámos a televisão e começámos a ver Jersey Shore na MTVPortugal.   Iara: Pedro  Pedro: Diz .  Iara: Aquilo de casarmos era a sério ?  Pedro: Sim amor, mas como deves calcular não vou abdicar da minha ado…

Delírios de Amor - XVII

Imagem
Iara: A sério ?
Pedro: Sim, claro. Depois de tudo acabar, eu não largava as tuas roupas. Andava sempre ou com uma camisola ou uma meia tua comigo, ahahah. Vês, muito romântico. - E sorriu para mim. Sorri-lhe também.
Iara: Pelo menos tu lavavas-as ?
Pedro: Claro, sou um romântico muito asseado, ahahah.
Iara: Ainda bem então.
 Deite-me na cama, e ele deitou-se logo a seguir. Estávamos com os rostos frente a frente. Sorri-lhe e ele fez o mesmo. Ele encostou-me a ele e fiquei com a cabeça em cima do seu peito, sentia-me tão segura e protegida, não o queria largar mais. Acreditava a 99,9% que ele mudara. Aquele 0,1% que faltava era da minha insegurança de ele me voltar a magoar, mas eu sabia que aquilo iria passar. Amo-o tanto, que dava tudo por ele.
Iara: Amo-te Pedro, sabes disso não sabes ?
Pedro: Sei sim, minha Iara. Também te amo.
  Dei-lhe um beijo na cara e voltei a colocar a minha cabeça no sei peito. Só me lembro de adormecer com o calor do seu corpo. E que ele, mexia no meu cabelo e ol…