durante uns longos quinze minutos, posso relaxar. posso sentir a água escorregar-se nas minhas curvas,       sinto-a a vaguear por aí a diante e durante esse tempo, sou só eu .
 

ele: sabes o porquê de eu existir ? 
ela: não, qual é ? 
ele: conquistar-te todos os dias, para que nunca deixes de me amar. 
 
  tenho medo de perder tudo que temos, tudo o que somos. lutámos de mais para isto acabar. e eu não quero ter um fim. não agora. e talvez não queira nunca! não há duvidas de que és o meu príncipe encantado, aquele que todas procuram e que só eu encontrei. não posso ter o luxo de te perder agora. quando finalmente te tenho nos meus braços, todos os dias. sinto que contigo, tenho o paraíso. sinto que cada beijo, é um sonho doce de que não quero acordar. cada palavra, é única e especial. cada momento, é parte de mim e tu fazes parte do que sou agora, e do que quero ser.
  não quero que te vás embora, não me deixes. eu preciso de ti, mais do que nunca. encontrei-te , e não penso deixar-te escapar assim. o teu olhar fixo no meu, tens aquele brilho nos olhos que dá uma alegria imensa. um sorriso que me deixa encantada sempre o que vejo, e podia ficar a observá-lo horas a fio. a tua cara, tem um toque suave, deixa-me tranquila. nunca senti isto, e não quero sentir com mais ninguém. só contigo tenho disto, só contigo sei que o sempre talvez, pode ser que não, mas esperemos que sim exista.
   não quero que este medo me possua, não quero ter insegurança por coisas desnecessárias. quando podia estar feliz, contigo a meu lado, abraçados e a amar-te como nunca amei, estou insegura do que possa vir a acontecer. e eu não quero estar assim, nunca. acho que não tenho motivos para isso, mas há sempre aquele medo sabes ? estou a tentar parar de sentir isto, mas não é fácil.
 apenas diz-me que vais estar do meu lado, para o que der e vier.

01.06.2011



nunca mais.


pior era impossível, perdoar-te nunca mais vai ser opção. não mereces nada, nada mesmo. fazes a porcaria e esperas que os outros paguem por isso ? andas muito mal. pensei que tudo o que fazias tinha acabado de vez, mas continuas-te e tinhas que meter pessoas de quem gosto ao barulho. só falas por mensagem, mas quando é cara a cara falas baixinho. com pessoas como tu, sei eu lidar. eu fartei-me e nem mereces nada de ninguém. não mereces nada nem nunca vais merecer. continuas a falar assim, um dia ainda vais-te arrepender.

deve ser perseguição

 
 o que sentes? para mim é mistério, mas cativa-me.  não te conheço de todo, mas pareces diferente dos outros. não sei bem o que é, mas agrada-me. já trocámos vários olhares, mas nada de especial. achei que estavas só a tentar engatar, mas não te conheço e portanto não sei.  será que um dia vamos conhecer-nos? não sei, mas gostava. confesso.  pareces bom rapaz, diferente dos outros. e é claro que, como nenhum rapaz é perfeito, tu deves ter a tua maneira de ser e desde que mantenhas isso, tudo bem. reparo muito em ti ultimamente, e acho que vou ficar com a mania da perseguição. amigos em comum, daí a perseguição. mas desde que não penses que sou uma doida, marada da cabeça , e que me faltam alguns miolos para mim tudo óptimo (: 

bright petals.