Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto 4, 2013

I'll Never Let You Go Again #58

Imagem
☾☀☽


     A visão dele estava desfocada. Apenas via silhuetas negras e várias flores brancas. Elas estavam em todo o lado. À volta dele, à volta dela, no seu cabelo ruivo, na roupa das pessoas. Por um momento Tema esqueceu-se onde estava, quem era e o que estava a acontecer diante dos seus olhos. O funeral da Vénus. Era isso que estava a acontecer.       Dois dias depois da guerra Tema recebeu uma informação da Mondy e pedir-lhe que trouxesse Vénus para o seu planeta. Com a sua morte, o planeta dela voltou a materializar-se sozinho. Nesses dois dias ele chorou imenso, contudo, de vez em quando, sorria a imaginar peças em que eles os dois era os protagonistas. Um romance com um final feliz. Com direito a um viveram felizes para sempre. Porque eles iriam viver felizes para sempre se não fosse por ele. Era o que ele pensava e isso desencadeava as lágrimas, a tristeza, a solidão, a dor.      Agora, Tema olhava para o corpo dela guardado num caixão de vidro, usando um vestido branco a segur…

The Loss #57

Imagem
☾☀☽

Tema 


     Fria. Morta. Caída. Destruída. Derrotada. Desiludida. Amada. Era assim que Vénus se encontrava. - Lamento muito - Qaya murmurou ao pousar a mão no seu ombro.       As palavras não se formavam na sua garganta que estava seca. Ele não conseguia pensar, falar. Nem ouvia propriamente. Todos os sons pareciam um abafo, um zumbido distante, rapidamente evaporados no ar. E ele abraçava-a à espera de acordar daquele pesadelo. Porque uma coisa destas só podia acontecer num sonho.
     Finalmente, a chuva caiu dos céus. - O que devemos fazer? - Tema ouviu Luna sussurrar ao seu Tal.  - Não sei. Não sei. Nem acredito que ela... - a voz de Sol fraquejou. - Nem eu - disse Luna. - Mas Sol, temos de ajudá-lo - murmurou. - Eu não preciso da vossa pena - Tema cuspiu as palavras como se fossem água do esgoto. - Vão-se embora! Já têm o que querem! Eu perdi. Eu perdi tudo! Eu perdi tudo... Tudo... - Tema, vamos para casa - pediu Qaya.  - Eu não tenho casa - replicou ele, a olhar o corpo morto…