Leva-me Contigo - III


 Fui ter com os rapazes à sala e sentei-me ao lado de Martim e do tio Lourenço. Felizmente o jogo já estava quase a acabar e estava empatado. Nem reparei com quem estavam a jogar, não me interesso minimamente por futebol.

- Então Guida, é o teu namorado? - a tentar meter-se comigo disse o tio.
- É tio, e não me chames isso! Que nojo - respondi.
- Sou o Martim - apresentando-se a ele, levantou a mão para um aperto e soltou um sorriso.
- E eu sou a pessoa que deves temer se magoares a Guida - apertou a mão de Martim e riu-se.
- TIO ?! Que parvo ! - dei-lhe um chapada no braço.
- LOL, eu sou a pessoa que ele deve temer - meteu-se o meu pai a tentar ter piada.
- Oh my God... - suspirei.
- Ahah eu discordo, acho que ela é a pessoa que devo temer se a magoar - disse o Martim a gozar comigo.
- Ah-ah que piada Martim. Não dou chapadas assim com tanta força.. - disse.
- Só um bocadinho, ahah - gozou. Abraçou-me e deu-me um beijo na testa.
- Marmelanço não é aqui - gritou o meu irmão do fundo da sala com a sua psp.
- Ok Gonçalo - disse.

 A minha mãe juntamente com a minha tia, traziam um tabuleiro com gelado de chocolate a baunilha. A tigela maior obviamente, era para mim e a segunda para o meu tio. Deliciei-me naquela perdição e quando acabou ainda comi o que sobrou do meu irmão. Sim, sou gulosa de mais.

- Já não chega de comeres? - disse o meu pai - Vais ficar obesa e não estou para te ver no Peso Certo.
- Ok - respondi.
- Amuou ahahahah - riu-se o meu irmão.
- És linda gorda ou magra, portanto - sussurrou-me Martim, ao ouvido.
- Awww - beijei-lhe a bochecha.
- Bem, acho que já está na hora de irmos - disse o tio.
- Tão? Andas fraco ! - disse o meu pai.
- Achas, tenho que acabar o meu projeto.
- Ui que ele agora é importante - disse Mia.
- Vocês importam-se de parar de falar como no facebook? Credo - disse eu.
- Loladas mix - disse a minha mãe.
- Somos fixes - disse o meu pai.
-  Vocês nem têm a noção da figura !
- Quem dera a toda a gente ter pais como os nossos, portanto, cala-te - disse o Gonçalo.
- É isso aí filho, dá cá mais cinco - disse o meu pai.
- Bem, nós vamos - despedimos-nos dos tios e foram-se embora.
- E vocês acabem de comer isso e vão para o quarto, já tá a ficar tarde - afirmou a minha mãe.
- Esta bem. - retorqui.

 Estava feliz a pensar que ia dormir já quando me lembrei que não tinha tomado banho: fuck.

- Amor, já tomaste banho? Ou trouxeste coisas para tomar cá? - perguntei a Tim.
- Eu trouxe para tomar de manhã - respondeu.
- Eu esqueci-me e vou tomar agora, se quiseres tomas depois de mim ou assim.
- Podia tomar já era contigo.
- Uhhh, deixe-me buscar o bikini e já tratamos disso.
- Tratar do quê? - perguntou a minha mãe.
- Tomar banho - disse o Martim, calmo.
- Tomam um de cada vez, até parece que não conheces o teu pai Margarida.
- Oh mãe, é com bi-ki-ni !
- Não quero saber , vá despachem-se - e foi-se embora.

 O Tim foi primeiro e a minha mãe certificou-se que eu não entrava na casa de banho. Por sorte o meu irmão tinha que arrumar a mala e não sabia onde estavam as coisas e deixou de me vigiar. Entrei na casa de banho de fininho e fui ter com ele.

- Vou ficar a cheirar a mulher com este gel de banho - gozou ele.
- Ahah, ficas com um certo charme sabes?
- Eu não fico, eu tenho charme !
- Claro amor, claro - comecei a dar-lhe beijinhos à esquimó e depois ele encheu-me a cara com espuma.
- Ahahahahahaha, devias ver a tua cara Mar - riu-se tanto ele.
- Vais pagar-mas Martim !
- UI.
 Peguei no chuveiro e coloquei à frente dele para ele levar com aquilo na cara. Quando pensei que tinha ganho ele tira-mo e usa-o contra mim.
- Pára ! Ahahah, opa não posso rir que me entra água na boca !
- Ahahahah
- Martim pára, estou a ficar tonta.. - ele parou logo.
- Está bem Mar? - e quase que caí se não fosse ele a apanhar-me.
- Que desastrada - disse.
- Vamos lá sair daqui.
  Saímos do duche e ele fez-me sentar na bancada, onde estava o lavatório e cenas de casa de banho.
- Estás com frio? Estás branca. Toma - deu-me uma toalha - enrola-te.
- Obrigada amor. - deu-me um beijo na testa. Ouvi um barulho - Oh lindo, vem ai a minha mãe.

2 comentários:

expressa-te:

bright petals.