chocolate



e de todos os olhares que eu procurava hoje, o teu era o mais desejado. queria saber que tinha os teus profundos olhos castanhos postos em mim nem que fosse por meros segundos. eu sabia que tinhas olhado e procurado por mim. é sinal que me querias, que me querias ver certo? é, deve ser, sei lá. não leio mentes, quem me dera pude-lo. facilitava-me em tudo, tudo. mas esse olhar que eu tanto queria, não foi posto em mim. não te vi, não me viste. os nossos olhares não se cumprimentaram, eu não sorri para mim, e tu, tu nada. tu simplesmente nada. não sei se o meu olhar faz falta, não sei se o que ando a escrever faz algum sentido. porque tudo isto é somente inventado ou talvez exista na tua e a na minha cabeça. eu vou continuar porque faz-me bem sonhar com algo que não seja a minha realidade. faz-me bem sonhar e pensar que nós nos vamos encontrar um dia  e os nossos destinos irão se cruzar. 

Comentários