baby


dizes que ele está distante, mas tu sim é que estás. até de mim. agora só te interessas por duas pessoas. está bem que uma delas é tua amiga, tipo uma irmã, mas a outra trata-te como cão. c'mon, quando te perguntam se preferes o teu melhor amigo a ele dizes que preferes os dois? que raio de resposta é essa? eu percebo que gostes deles e tal, mas por favor, um melhor amigo nem se compara a ele. mas enfim, quem sou eu para criticar as tuas escolhas? se calhar sou aquela pessoa que nunca te virou costas, que é como uma irmã, mais que uma amiga, que te aguentou uns fucking 4 anos sem questionar o quanto a nossa amizade valia, e agora? andas a mudar essas tuas prioridades todas sem teres consciência. talvez seja uma fase, tens momentos assim, mas fogo, é sempre assim. sou excluída, volto a ter a tua atenção e mesmo assim nem é como dantes e porque não pode voltar a ser? eu mudei, mas mudei contigo e tu comigo, logo não há diferença. portanto o que houve? andas a revoltar-te contra tudo? então aviso-te já que estás a ir na direção certa, mas eu vou continuar aqui para fazer-te lembrar de tudo aquilo que tivemos porque eu não estou disposta a esquecer assim tão cedo. sou egoísta e daí? sempre o soubeste, ou tiveste uma ideia, ou já te apercebeste. quando estou com alguém, esse alguém só pode estar a tomar atenção a mim. é verdade, e contigo a mesma coisa. até de vez em quando o fazes, eu conheço-te. domino-te na palma da minha mão, e tu, tu comigo também o podes fazer mas eu sou mais díficil, até para ti. posso estar a exagerar como estar a dizer a verdade, que é exactamente o que acho que estou a fazer. mas apenas lendo o teu olhar já sei que me queres afastada naquela momento como me queres perto no outro. bitch, i know you. mas és a minha bitch. minha. sou egoísta, quem se importa? ninguém, exacto. somos as duas assim, somos as duas compreensivas em momentos opostos, somos divertidas nos mesmos momentos, somos desprezíveis em qualquer momento, por brincadeira ou porque simplesmente somos. é assim que funcionamos. sempre será assim. vais-me ler como a palma da mão na altura certa, e eu vou ler-te em qualquer altura, certa ou errada. porque eu tomo atenção, dou demasiada. e é assim que me afeiçoo às pessoas, como me afeiçoei a ti. estás a ir por aquele caminho errado, mas eu sei que vais ir para o certo, vais sempre.  

Comentários