envolve-me nos teus braços de novo. como quando fazias à dias atrás. naqueles não muito fortes nem muito fracos, quentes e protectores braços que eu tanto gosto de sentir à minha volta. e mesmo que seja por meros segundos, fá-lo. sussurra ao meu ouvido como é o teu hábito fazer, faz-me rir e gozar contigo como antes fazias porque agora só trocas puras palavras que a mim não têm valor comparado ao que me dizias antes. não me faças perder o interesse por ti, interesse esse que foi tão difícil de admitir a mim própria. não te agarres a outra que não seja eu. isso irá fazer com que, por dentro, fique em pedaços mais pequenos que eles próprios.

Sem comentários:

Enviar um comentário

expressa-te:

bright petals.