brisa


foi pouco o tempo e o sentimento que nos restou. não foi fácil, e mesmo sendo dos mais difíceis desafios propostos a nós e mesmo sabendo que iríamos conseguir enfrentá-lo, convicção não nos serviu de nada. tínhamos tudo para conseguir, estávamos confiantes, demasiados confiantes até. eu nunca pensei que não iríamos conseguir enfrentar este problema que nos bateu à porta. sabia perfeitamente do que era-mos capazes, do que juntos era-mos capazes. demos tudo o que tínhamos, não foi suficiente. e no final, de nós nada restou. bastou um único, um só problema atravessar no nosso caminho que nos derrubámos, caímos e feitos perdedores não quisemos levantar com medo de outra derrota igual ou pior que esta mesma. nem queria acreditar que nós cedemos a tão pouco. e esse tão pouco foi o suficiente para nos quebrar em mil e um pedaços, pedaços esses que foram levados por leves brisas de Primavera que num ápice se desfizeram de ambos. e depois disto, a minha alma paira no ar tentado encontrar outro corpo para me apoderar.

2 comentários:

expressa-te:

bright petals.