coração

 
  já tinha saudades tuas, confesso.  mas estás na mesma, não mudaste nada depois de tudo o que aconteceu. que queres que faça ? eu até posso perdoar-te mas a confiança vai demorar muito a ser construída de novo.  não consigo viver contigo como se nada tivesse passado, não dá.  tu és aquele, pelo menos eu penso que sim.  mas já me magoaste de mais, e este "aquele" cada vez mais se vai desaparecendo. mas eu tenho esperança em ti, esperança eu nós que um dia iremos voltar ao início, quando tudo começou. quando éramos realmente felizes sem ninguém a interferir e a estragar tudo de alguma forma.  o passado não volta, e esse que teve momentos bons e maus não o vamos ter de novo. por isso quero que penses no presente, e se o amor realmente existe pensar também no nosso futuro.
  cada coisa a seu tempo. a minha confiança há-de voltar a aparecer, eu sei que sim. tu lutas, mas nunca é suficiente, eu vejo nos teus olhos que queres mudar tanto quanto eu quero que mudes, mas tu és assim.  tu és tu, e por muito que tentes, o teu eu não muda.  és o mesmo e sempre serás. não percebo, porque não consegues ? é assim tão difícil ? não queres que mude tudo em ti, isso nunca! muda só o facto de seres impiedoso quando discutes, muda o facto de seres agressivo enquanto falas, gritas. por mim, por ti, por nós, por favor muda! não consigo estar sem ti, mas contigo dessa maneira também não resulta. então fá-lo, peço-te.
  seremos sempre aqueles que voltam, aconteça o que acontecer. e porquê? porque somos um só, e agora não à volta a dar companheiro. será assim até acabarmos de viver um para o outro e até o nosso amor alcançar o infinito.  por isso, fica para sempre comigo e nunca me voltes a deixar coração.

Sem comentários:

Enviar um comentário

expressa-te:

bright petals.